quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Poema musicado "meia-meia"


Poema “Meia-Meia”

® Inácio Dantas

A boca que eu beijei me mandou ir pro inferno
As flechas das palavras feriram minha paixão
Poemas de amor na capa do caderno
Agora são ofensas, lágrimas num coração.

Quem tanto me amou hoje diz que me detesta
Vivo vida de solteiro, rua, bar, mulher e festa
Ela lá em casa, chorando na solidão
Me escreve, me liga, me procura
Querendo voltar como volta a chuva de verão
Arrependida, querendo meu perdão.

Refrão (I):
Pega uma senha
Um banquinho e vem tranquila
Número sessenta e seis
Último ligar no fim da fila

Agora me quer de novo
Olha só o que me fez
Estou pegando todas
Espera a sua vez

Refrão (II)
Pega uma senha
Abre um sorriso, vem tranquila
Número sessenta e seis
Último lugar no fim da vila

Se você ainda me ama
Vem logo não vacila
Espera a sua vez
Lá no fim da fila...

Texto falado:
Você me mandou embora, agora quer voltar? Então pegue uma senha e vem tranquila: número meia-meia lá no fim da fila...



(14/02/18) Copyright by © Inácio Dantas

Obs. Poema a ser musicado em ritmo sertanejo.

sábado, 2 de julho de 2016

Sonetos de Inácio Dantas

Amigos(as), vejam o status das visitações no meu blog de Poemas e Sonetos. São 2.400 visitações média por mês. Vejam de onde provêm os acessos.

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Dia dos namorados. Duas considerações importantes para o casal.


Dia dos namorados. Duas considerações importantes para o casal.

1.Caminhando lado a lado

Você encontrou um novo alguém? Decidiu, ao lado dele, abandonar o passado, dar nova diretriz ao seu futuro e novo alento ao seu viver?
Então agora você já não está só. A vida, doravante, será um percurso feito a dois. Ombreados, passos no mesmo ritmo, seguirão juntos para construir um novo amanhã. Siga, pois, ao lado dele, na mesma toada. Não hesite nem se distraia com coisas vãs; cale-se aos alaridos estranhos que por ventura ecoar. Lembre-se, você tem ao lado uma companhia valiosa: a pessoa amada. Quer uma caminhada mais agradável do que essa? E, ante o peso do cansaço, sentir erguê-lo a mão amiga de quem o ama?
Então siga. O universo será pequeno para a grandeza dos seus sonhos!
Caminhe o seu caminho, dê a volta no planeta, mas faça-o sempre com regozijo no coração e com a presença inseparável de quem escolheu para ser sua cara-metade.
Finalmente, ao dar seus milhões de passos, vencer os céus, terras e mares, você, envelhecido, chegará ao destino com ela ao seu lado, feliz, e com a grata certeza de que faria tudo outra vez!

>> 

2.Cumplicidade: o que um deseja para o outro deve ser reflexo do que deseja para si.

A partilha das atividades diárias de um casal, além de diminuir a carga do esforço de cada um, torna-o mais íntimo, aperfeiçoa-o e fortalece-o para enfrentar os transtornos da vida.
Somar forças é diminuir dificuldades!
Um bom papo, espíritos em alto-astral, almas felizes, permite arquitetar empreendimentos vislumbrando um futuro auspicioso. Quanto mais estreita a cumplicidade, mais há melhoria no padrão de vida do casal, culminando com a formação de uma dupla de imbatíveis vencedores.
Não é só de dinheiro que vive o casal. Mas de união, desejo de vencer a escuridão dos problemas com a aura protetora do amor.
Casais onde o relacionamento é transformado em “cada um por si” dá-se a fissura da união, passo para a ruína. E, além do embate interno, terão que embater com o mundo lá fora, selva repleta de leões famintos.
Cumplicidade é sociedade entre marido e mulher, onde o contrato é ditado pelas normas do amor e a regência pelo desejo de viverem a mesma vida, como um só corpo, por longas e longas décadas.

Prof. Inácio Dantas
Do livro “Segredos para uma união Vencedora” – Em promoção em: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-767506856-segredos-para-uma-unio-vencedora-_JM



domingo, 8 de março de 2015

Sonetos para viver bem dentro de si.


Tolices 

     
Não gaste seu tempo com tolices.
Ele pode fazer falta ao precisar usá-lo
em coisas inteligentes.

Desfaz do seu juízo as coisas tolas
que por não ter valor entram por acaso.
Tira-as que aí não é lugar de pô-las
no progresso jogam o limbo do atraso.

Coisas fúteis deixa-as ao descaso
boas ideias devem logo sobrepô-las.
O inútil na mente tem curto prazo
lugar de drogas é dentro de ampolas.

Sensatez nasce dentro da pessoa
pra tolices ter a métrica noção
e não dizer sim ao ter que dizer não.

O tempo é precioso, não perde-o à toa,
e não queira ter pra si o que não é legal
nem dê valor de joia ao que é banal!





Riqueza pobre
     

Muitas vezes a felicidade
está em pequenas coisas diante dos nossos olhos;
elas passam e não a vemos...

O pouco que tiver não olhe com desprezo
nem jogue-o no lixo dos pensamentos.
A vida se alterna, bons e maus momentos,
o sol hoje se apaga, amanhã volta aceso.

Não cobice, nem teça mil lamentos,
quem é fraco não se mostra indefeso.
Riqueza? Quem morre não leva peso
deixa tudo em cofres e testamentos.

O pouco que tiver conserve-o com zelo:
Quem tem algo, bem sabe quanto vale,
o suor pra conquistar cada detalhe.

O pouco que tiver dê glórias por tê-lo.
Olhe em volta, sob o frio da madrugada,

vive pior aquele que não tem nada!


Prof. Inácio Dantas

do livro "Janela para o Mar"

www.amazon.com.br